Pousada Monstros do Rio Barcelos rio Demeni Reportagens Pesk Bem Brasil Apoio Jornal da Pesca.

Vamos falar sobre este paraíso chamado Pousada Monstros do Rio.

Saímos de São Paulo para Manaus, fomos para o hotel e no dia seguinte encontramos o Alexandre e Carlos no aeroporto. Lá encontramos as três figurinhas carimbadas, meu irmão Vitão, meu sobrinho João Vitor e meu amigo Jorge. No mesmo dia pegamos um avião bimotor para Barcelos, onde a equipe e os proprietários, Marcio e Mauro, da pousada já estavam nos esperando. Colocaram tudo nos barcos e partimos. Os barcos, como sempre, equipados de água, cerveja e refrigerante. Demoramos cerca de 2:30 horas para chegarmos no paraíso, a famosa pousada Monstros do Rio que conta com uma vista maravilhosa para o rio Demeni.

Na pousada, a Dona Maria Christina e sua filha Rayane, rainha das caipirinhas, já estavam com um belo almoço pronto para nos receber. Almoçamos e fomos pescar perto da pousada onde já deu pra sentir um gostinho de tudo que estava por vir. Depois de vários tucunarés na linha, retornamos para a pousada onde jantamos e logo depois arrumamos todo o material porque o dia seguinte prometia… acordamos 5 horas da manhã, esperamos o nascer do sol e saímos para nossa tão esperada pescaria.

Logo no primeiro dia tivemos uma surpresa, a Pousada Monstros do Rio levou meu irmão e sobrinho, meu amigo Jorge e todos da Reportagens Pesk Bem Brasil para uma aventura INESQUECÍVEL. Chegando no local onde iriamos pescar fui surpreendido por um barranco enorme, logo pensei “como vamos pescar com esse barranco? Acho que estamos no lugar errado”, mas era ali mesmo que iríamos pescar… depois de conseguir passar pelo barranco, que sufoco meus amigos, mal sabia que todo o esforço seria totalmente recompensado pela beleza da mãe natural e da floresta Amazônica, bem mais preciso do no Brasilzão. Após um ajudar o outro, tivemos que empurrar as canoas barranco acima e todo material de pesca, que não era pouca coisa. A aventura começava ali, enquanto dois empurravam os barcos, outros dois abriam a trilha no meio da selva até a lagoa central, loucura total. Seguem alguns vídeos da exuberância do lugar e do trabalho árduo de todos da pousada para levar-nos nesse paraíso. Mas não se enganem, só os fortes sobrevivem à essa aventura.

No dia seguinte a surpresa foi ainda maior. Saímos no mesmo horário e tivemos o privilégio de apreciar o nascer do sol no maior paraíso da terra. Fomos até o local da trilha do dia anterior carregando apenas o material de pesca. Enquanto andávamos pela trilha, a floresta nos proporcionava a trilha sonora, com os sons dos pássaros e insetos, impossível não se impressionar. Chegando ao final da trilha, pegamos as canoas de madeira e fizemos a travessia de uma linda lagoa (segue o vídeo) para chegarmos na segunda trilha, a aventura nunca acaba quando estamos acompanhados dos profissionais da pousada Monstros do Rio.

Após algumas horas, chegamos no nosso destino final. Logo nos primeiros arremessos tive o prazer de pegar um tucunaré GIGANTE, foi uma briga linda até ter ele pertinho, tiramos fotos e já o soltamos novamente. Todos nós pegamos pelo menos um peixe, o dia já tinha valido a pena. Na hora do almoço, nosso guia e proprietário, Mauro e seu ajudante escolheram uma árvore com troncos enormes perto da lagoa onde fizemos nosso churrasco loucos para voltar à pescaria. Enquanto todos aproveitavam a preguicinha do almoço, sai para dar uma olhada em volta e novamente fiquei impressionado com o poder e a beleza do lugar, parecia feito por Deus. Retornei e já fomos pescar, em poucos minutos travei outro tucunaré, porém o anzol abriu e perdi, confesso que fiquei decepcionado pois aquele ia ser o maior do dia. Meus companheiros pegaram mais alguns exemplares durante a tarde e começamos a arrumar tudo para voltar à pousada.

Chegamos exaustos na pousada e repletos de história para contar e não só história de pescador rs. Foi um dia maravilhoso na companhia dos membros da equipe Reportans Pesk Bem Brasil e do meu irmão. Depois do jantar, Carlos um cozinheiro de mão cheia, e Alexandre ficaram jogando conversa fora e mostrando os vídeos do dia. Fomos dormir satisfeitos e querendo mais.

Já no terceiro dia, cada turma foi para uma lagoa e eu fui com meu parceiro Ricardo e o seu filho Yan, menino de ouro. Yan e eu aprontamos e demos muita risada durante o trajeto até o local de pesca. Na água cristalina conseguíamos ver todos os peixes envolta do barco. Já no nosso destino, meu parceiro Yan abriu a pescaria com um lindo Tucunaré, deixando seu pai Ricardo todo orgulhoso, pois era a primeira pescaria de seu filho, que primeira experiência meus amigos, tenho certeza que depois dessa viagem Yan nunca mais vai parar de pescar. Depois do almoço voltamos e pescamos perto da pousada, onde meu parceiro Ricardo pegou um gigante de 80cm, tucunaré com esse é só no paraíso da floresta Amazônica. A luta foi intensa, Ricardo com o coração disparado conseguiu enfim trazer a criança para tirar a tão esperada foto com o monstro. De volta a pousada nos reunimos com os amigos e a resenha foi maravilhosa, cada um com uma história diferente e cheia de peixe. Foi a vez do meu sobrinho, João Vitor, encher-me de orgulho com os peixes que ele havia pescado com seu pai.

No quarto e último dia de pesca, fomos em uma trilha fechada pertinho da pousada. Mais uma vez os tucunarés não nos decepcionaram. Nosso piloteiro super experiente fez uma travessia com a canoa pela mata fechada, passando por debaixo das árvores, outro momento fantástico e inesquecível. Paramos a canoa e pescamos por ali, pegamos vários peixes, nos divertimos e retornamos para almoçar na pousada. Chegando lá, fique na companhia da mãe e da irmã de Márcio. Conversamos muito e tive o prazer de ouvir toda a história da pousada Monstros do Rio, desde da época que os indígenas, da tribo Tupi-Guarani, habitaram a região até transformar-se no vilarejo com a igrejinha e posteriormente a pousada onde só os fortes sobrevivem. A vozinha, uma simpatia em pessoa, trocou várias palavras na língua tupi-guarani com os filhos, língua essa praticamente extinta. Esse é o diferencial da pousada, lá todos são uma família que te acolhem de braços abertos. Claro que não fui embora antes de experimentar a famosa caipirinha feita especialmente pela Rayane. Obrigado pela recepção de todos, muito muito bem acolhido por todos da família. Vale ressaltar que estávamos todos sem máscara pois antes de chegar na pousada todos fizemos o teste para o Covid-19 que testaram negativo, caso contrário, nunca teríamos realizado a viagem podendo colocar a vida de outras pessoas em risco.

Mauro vai falar um pouco sobre a Pousada Monstros do Rio

Ganhe um MEGA DESCONTO em nossa operação, dizendo que é amigo ou acompanha as Reportagens Pesk Bem Brasil do Wagnão!! Nossa Pousada é localizada no Rio Demeni Barcelos, temos 5 suítes com capacidade para 10 pescadores. Nossas pescarias são feitas em 32 lagoas centrais, algumas feitas em canoas, nosso pacote de 7 dias de operação chega sábado e volta na sexta de tarde, não está incluso translado até Manaus e de Manaus até Barcelos! Estará incluso no pacote: barco, gasolina , piloteiro e guia de pesca, estadia nas suítes, serviço de quarto (roupa lavada, limpeza dos quartos, camas arrumadas), café da manhã, almoço, jantar e bebidas (sucos, águas e cerveja). O valor é por pescador, preço de promoção, além de um desconto adicional caso você siga as Reportagens Pesk Bem Brasil do Wagnão consulte. Segue matéria com vídeos e fotos dos gigantes capturados em nossas operações. Informações com Marcio 55 92 99138-6459

Gostaria de agradecer ao amigo Alexandre pelas belas imagens feitas do parceiro Carlos. Nota mil. Ai Carlos não perde este parceiro, graças a ele você esta na capa da reportagem e parabéns pelos belos Tucunarés.

Reportagem Wagnão Edição e Texto Pollyana Campos

About Peskbem Brasil